changing steps


Merce Cunningham

| joão amaro correia | 29.4.09 |   |

um pequeno incómodo


A matéria posta em prática em lúdica combinação da ordem vertical que sustenta a linha horizontal do céu do rio do passeio público. O rigor mecânico que as junta e ao ferro e ao vidro atraiçoado pelos artifícios da indústria do silicone que hesita – é de seu mister oscilar – ao ritmo da passagem das horas e das estações.
Tudo severamente ordenado, imaculadamente pintado em branco obcecado, e o chão já branco-sujo pela marcha da visita guiada à boa vida da arquitectura.
Rebarbativa, num ensaio de optimismo autista, a caixa torna-se desprotegida no seu excesso minuciosamente despido. Kitsch de reflexos que encadeiam os olhos desprevenidos e ouvidos mais prudentes.
Fartos de sentimentos decorativos e vãos, que se orgulham da sua amplitude pitoresca e frívola, já não esperamos que a arquitectura nos proporcione mais do que a inconsequência de um pequeno incómodo quotidiano.

[Esplanada na Doca do Bom Sucesso, Lisboa, Bar "À Margem", João Pedro Falcão de Campos e José Ricardo Vaz]


para a Maria João


adenda: Tem razão o prezado leitor. Corrijo o equívoco em que fui induzido. A esplanada "Á Margem" é, de facto, dos arquitectos João Pedro Falcão de Campos e José Ricardo Vaz. Aos visados o meu pedido de desculpa.

| joão amaro correia | 26.4.09 |   | / /

e velhice é passado que se tornou presente, é passado apenas recoberto de presente

A identidade do lugar , que é o mesmo de trezentos ou novecentos anos atrás, resiste no fluxo do tempo, que passa por cima dele e continuamente modifica muitas coisas, ao passo que outras, de importância decisiva para o quadro geral, por serem recordações e testemunhos da antiga dignidade, são conservadas com reverência, num piedoso desafio ao tempo e também por orgulho.

Thomas Mann, Doutor Fausto

| joão amaro correia | 21.4.09 |   | / /

urbanidade

No recuperado quiosque do Príncipe Real sou atendido por uma jovem e elegante senhora que, entre cafés e abatanados, vai lendo a Era do Vazio.

| joão amaro correia | 17.4.09 |   | /

teaser

| joão amaro correia | 14.4.09 |   |

viagens na minha terra*

É estranha esta nossa paisagem. Somos fervorosos construtores do "novo" mas deixamos o território em ruínas. Se calhar o nosso país é uma ode à ruína e ao abandono.

*Sms publicado com a devida autorização da entidade receptora.

| joão amaro correia | 11.4.09 |   |

parq life





[Ginásio da Faculdade de Ciências, Rua da Escola Politécnica, Lisboa]

| joão amaro correia | 5.4.09 |   | /